Portal de Conferências, XIX ENCONTRO NACIONAL DE PESQUISA EM CIÊNCIA DA INFORMAÇÃO (XIX ENANCIB)

Tamanho da fonte: 
COMUNICAÇÃO CIENTÍFICA NO CONTEXTO DA EDUCAÇÃO DOUTORAL EM CIÊNCIA DA INFORMAÇÃO NA ESPANHA, PORTUGAL E BRASIL
Monica Marques Carvalho Gallotti, Maria Manuel Borges, Olivia Pestana

Última alteração: 2018-10-23

Resumo


O progresso científico é um ciclo contínuo de comunicação científica no qual se integram os jovens investigadores que tem vindo a ser fortemente afetado nas duas últimas décadas. Na raiz destas transformações estão o uso e aplicação massiva de Tecnologia da Informação e Comunicação (TIC) que tem vindo a modificar o modo como se acessa, organiza, e se divulga a informação científica. Este trabalho visa analisar Práticas de Comunicação Científica de Doutorandos de Ciência da Informação (CI) na Espanha, Portugal e Brasil. Em específico visa indicar os principais conceitos operatórios que fundamentam e norteiam estas práticas, traçar a cartografia das práticas científicas do grupo identificando como se deu a incorporação das TIC e quais seus impactos no ciclo da pesquisa bem como refletir sobre a Educação Doutoral dispensada a eles. A metodologia utilizada foi a de revisão de literatura, seguida por uma abordagem qualitativa e quantitativa caracterizando-se ainda como um estudo exploratório-descritivo. A coleta de dados foi realizada por meio de entrevistas semiestruturadas, e um questionário online aplicado a doutorandos de seis Programas Doutorais em CI em Portugal, Espanha e Brasil no qual foram obtidas 174 respostas. Os resultados apontam inicialmente que a as TIC se encontram presente em todo o ciclo da pesquisa e em todas as fases da educação doutoral. Em relação à publicação de resultados, os respondentes evidenciam preferência por formatos tradicionais de comunicação e validação científica e que os formatos emergentes tais como as Redes Sociais e Blogs ainda não foram totalmente incorporados para estes propósitos. Constatou-se que o grupo considera que a rápida evolução das TIC se constitui em um aspecto potencialmente negativo para a sua adoção e, ainda, que os Programas Doutorais poderiam fomentar mais o uso dessas ferramentas.


Palavras-chave


Comunicação científica. Ciência da Informação. Educação Doutoral. Tecnologia da Informação e Comunicação.

Texto completo: PDF