Portal de Conferências, XIX ENCONTRO NACIONAL DE PESQUISA EM CIÊNCIA DA INFORMAÇÃO (XIX ENANCIB)

Tamanho da fonte: 
O CONCEITO DE REGIME DE INFORMAÇÃO APLICADO A ARQUIVOS NAS TESES E DISSERTAÇÕES BRASILEIRAS
Evelin Mintegui, Cézar Karpinski

Última alteração: 2018-10-20

Resumo


Este trabalho surge no contexto de uma pesquisa de doutorado com o intuito de analisar as políticas públicas de arquivo relacionadas com políticas públicas culturais e de patrimônio no Brasil. Tal iniciativa prevê um levantamento dessas políticas, utilizando-se do ciclo de políticas públicas como referência para compreender processos de captação de demandas, formulação, implementação e avaliação, considerando política pública  no sentido de ação do estado. Este processo de levantamento do ciclo de políticas públicas compreende a identificação, em cada fase, de atores políticos e seus contextos. No processo de busca de uma metodologia adequada para a abordagem de tal problemática, este trabalho apresenta uma primeira aproximação com o conceito de regime de informação, através de uma sistematização que demonstra a interpretação de três distintos autores, nos quais identificamos três distintas vinculações teóricas. Foi realizada busca na Biblioteca Digital de Dissertações e Teses procurando trabalhos que contivessem os termos “regime de informação” e “arquivos” em seus títulos e resumos. Foram identificadas uma tese e três dissertações, analisadas de maneira a compreender a tendência da vinculação teórica do conceito de regime de informação. Não foram encontrados trabalhos que relacionassem o conceito de regime de informação à análise de políticas públicas e patrimônio cultural. Considerou-se que no caso da temática de arquivos, o conceito de regime de informação ainda é pouco explorado em sua vertente pragmática, o que pode abrir caminhos para novas pesquisas que venham a operacionalizar essa proposta

Palavras-chave


Regime de informação; Arquivos; Políticas Públicas.

Texto completo: PDF